The Walking Dead Rpg


 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [ FP - Thomas H. Koop ]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Thomas H. Koop
Atirador de Elite
Atirador de Elite
avatar

Mensagens : 1
Pontos : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 32

Ficha do personagem
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Energia:
100/100  (100/100)
Fome:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: [ FP - Thomas H. Koop ]    Ter Fev 24, 2015 9:39 pm




Thomas
informações primordiais:


Nome Completo: Thomas Houston Koop.
Idade: 30.
Data de Nascimento: 30/10/1984.
Cidade Natal: Nova York.
Cidade Atual: Nova York.
Classe: Sobrevivente.
Ocupação: Atirador de Elite.
Photoplayer: Ed Norton.


aspectos físicos:


Thomas é um homem alto de 1,83 com seus cabelos castanho-escuros e olhos azuis acinzentados. Seu modo de vestir-se é bem comum e fácil. Uma fuga intensa de tons chamativos como vermelho, verde e amarelo. A busca pelo cinza, azul escuro, branco e preto é incessante e pertinente em sua vida. Costuma seguir sempre a mesma linha de trajes:  Camisetas, jeans e jaquetas. Devido ao treinamento no exército, tem uma estrutura robusta e forte. Rodeando os bíceps e tríceps de cada braço há uma tatuagem de arame farpado.

aspectos psicológicos:


Thomas consegue levar qualquer assunto para o lado bom. Pelo menos ele tenta isso, já que de coisas ruins sua mente está cheia. Raramente ele está pensando em uma coisa, nem mesmo quando dorme. Sua mente é um turbilhão confuso que só ele entende. Costuma ser bem calmo e amigável, mas “em serviço” é frio e confiante. Sua paz se esvai ao mesmo tempo em que não se torna mais sóbrio, sua paciência se esgota e a impulsividade toma conta. Devido ao seu “trabalho”, precisa ser focado e calmo, precisando concentrar-se bastante para relaxar e colocar os pensamentos em ordem. Sua facilidade em guardar informações é incrível, mas também qualquer deslize e esta se perde no abismo de sua mente. Uma das poucas coisas que o relaxa é uma música que ele realmente gosta ou tocar músicas que o agradam no violão, espalhando uma onda de paz e calma por sua mente.

história:


Alguns anos antes:

Demoraram dois anos até ser chamado para o Treinamento de atiradores. A vida de Thomas não era muita coisa até ser convidado para o treinamento. Foram alguns anos servindo ao país quando enfim puderam reconhecer realmente seu trabalho. Ao sentir nas mãos o gelado de uma Barret M107 tudo começou realmente.
A liberdade de matar quando necessário estava em suas mãos. Era um Especialista agora, não mais um soldado. Por várias vezes teve de fazer o papel de Atirador e Observador, até que um dia Jesse surgiu. Sua habilidade em rapidamente analisar o território e dar informações cruciais eram incríveis. Foram anos trabalhando com Jesse.  

Dois dias antes:

- Ainda acho que vai dar merda Koop. – Disse Jesse.
- Claro que vai dar merda, é por isso que tem um Atirador e um Observador pra cobrir o time. – Rebateu Thomas.
- Não quanto à isso cara, quanto ao vírus. Aqueles caras que saíam e queriam comer gente mesmo depois de terem morrido. Mano, se um dia eu virar isso me dá um tiro entre os olhos em respeito à nossa amizade.
- O governo diz que tem sob controle tudo isso, mas duvido muito. Eles devem estar tão assustados quanto nós, só não querem mostrar isso e quebrar a imagem protetora que tanto criaram nesses anos. – Finalizou o Atirador. No instante seguinte uma voz soou no rádio do Observador e então ambos ficaram atentos.

*Vamos entrar. Thom, Jesse, contamos com vocês*

Foi quando tudo começou. Os dois ocultos nas sombras nada precisavam fazer, a não ser que encontrassem uma ameaça que os soldados não tivessem visto. Foi o que aconteceu naquela noite, e em noites passadas. O reflexo da lua na luneta do sniper inimigo o delatou. Não bastou três segundos para um tiro atravessar sua cabeça e sua morte entrar para a lista da de Thomas. Não bastou três minutos para o local ser totalmente dominado e a mercadoria apreendida. Não bastou dois minutos para os caminhões chegarem e levarem os prisioneiros.

*Bom trabalho rapazes. Vejo vocês no ponto de encontro.*

Nada mais se falou depois disso. Depois de uma morte, a dupla ficava em silêncio. Não por remorso, pois devia ser feito, mas pelo fato de ter sido tão simples tirar uma vida. Ambos voltavam na mesma motocicleta, bem pessoal de Jesse que se recusava à ir em uma missão sem levá-la.
Em alguns minutos regressavam à base temporária quando seus superiores os reuniram na Sala de Táticas para um comunicado.
- Todos vocês irão para suas casas. Quem não tiver como ir, nos encarregaremos disso. Vão ver suas famílias, esposas, filhos ou qualquer coisa que mereça a atenção de vocês. Aguardem por novas ordens, isso era tudo.

Nenhum deles contestou. Aquele era um esquadrão incomum, não tão “oficial” quanto os outros. Luxos como férias ou intervalos não eram permitidos, então quando havia um, era de se aproveitar e agradecer.
Foram necessários dois dias para chegar em Nova York. Ficar na casa de sua família por um tempo, já que o amor de uma mulher fora negado pelo destino à Thomas. Agora, com seus trinta anos e uma cota de mortes considerável em seu bolso seria mais difícil para encontrar tal sentimento.

Hoje.

Era o primeiro dia oficial de sua “folga”. Ficara a noite com sua família quando decidira caminhar um pouco pelo bairro. Lugares memoráveis como o beco que travou sua primeira luta contra um colega maior e mais forte, resultando em um olho roxo e nariz quebrado. A primeira esquina que tocara violão para arrecadar dinheiro e pagar contas em uma época difícil da família. Em meio à tantas memórias um lugar surgiu em sua mente. Onde ia todas as manhãs ficar a par das notícias do dia e tomar um belo café.Logo decidiu ir ao Paul’s Café. Um lugar calmo, para relaxar e ler um bom jornal. A caminhada era curta, uns quatro quarteirões até alcançar o lugar.

O pessoal de sempre estava lá. Joe que ainda nem acordara direito mas já misturava uísque com seu café enquanto assistia o noticiário. Paul, o dono, sentado atrás do balcão acompanhando Joe. E, finalmente, Alice, limpando o chão para receber os clientes do dia. Entrei calmamente e prontamente um café expresso sem açúcar em alguns instantes aparecia à minha frente.

- Bom dia Thomas. O noticiário está bem estranho hoje, não notou?

Ao mesmo tempo em que uma bela jovem adentrava o Café, a notícia era dada. Vírus, infectados, mortos-vivos, proteger-se e esperar a ação do governo. Não, não podia ser verdade.
Era, era verdade. Como Thomas sabia disso? A mão de Alice tremia. Paul tirava os óculos abismado e olhava para o chão. Joe não bebia mais, olhava fixamente para a tela. E a jovem, era uma expressão de medo. Thomas conhecia aquela expressão, era a mesma que ele tinha agora.
O fim do mundo havia começado, mas não o fim do atirador. Ele iria sobreviver a tudo aquilo. A largada para o apocalipse fora dada, mas ninguém sabia quando o alarme ia soar e tudo ia acabar.

Informação Extra


Analise e distribua os seguintes pontos nas opções a seguir:
Atributos Físicos [5 pontos]
- Força - 1
- Constituição
- Destreza - 2
- Agilidade - 2

Atributos Mentais [5 pontos]
- Inteligência - 2
- Força de Vontade - 1
- Percepção - 2
- Carisma.

Perícia
Perícia da Classe - Furtividade: Essa perícia é usada para se aproximar sem ser notado por um inimigo, ou para sair sem ser observado de forma sigilosa.

Perícia Opcional - Sobrevivência: Você consegue tem maiores noções sobre como sobreviver em situações de risco.
Como se alimentar, onde ficar, construir abrigos, fazer armas, etc.


thanks skylar!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nicolas Black
Adm
Adm
avatar

Mensagens : 20
Pontos : 46
Reputação : 1
Data de inscrição : 22/12/2011
Idade : 29
Localização : New York

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
50/50  (50/50)
Fome:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: [ FP - Thomas H. Koop ]    Qui Fev 26, 2015 11:38 am

Bela historia Koop
Bem vindo a sua nova guerra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://walkingdead-rpg.forumeiros.com
 
[ FP - Thomas H. Koop ]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Missão Interna] O invasor misterioso. - Dylan Thomas Sprouse.
» [FP] Worthington, Thomas
» [FP] Aarom Thomas
» Casa dos Barcos
» [Masculino] Quarto 1 - Axel Valentine e Thomas Gatemberg

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Walking Dead Rpg :: Criação de Personagem :: Ficha de Personagem :: Aprovadas-
Ir para: